Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
6

JOEL ACEITA JORNALISTAS

'Joel’ informou a juíza Ana Peres que pretende que o seu testemunho no julgamento do processo da Casa Pia seja feito com a presença da Comunicação Social, pedindo apenas que o seu verdadeiro nome não seja revelado.
9 de Outubro de 2004 às 00:22
Segundo adiantou ontem, ao CM, Adelino Granja, advogado do antigo casapiano que esteve na origem do processo de pedofilia, ao denunciar os alegados abusos de que foi alvo por parte de Carlos Silvino (‘Bibi’), a juíza da Boa-Hora ficou ainda a saber que tanto a mãe como a irmã do jovem querem que os jornalistas assistam às audiências em que prestarem depoimento.
Já em relação ao uso do soro da verdade solicitado por Carlos Silvino, Adelino Granja respondeu que se opõe. “Se concordássemos abríamos essa possibilidade a todas as vítimas, o que iria atrasar o processo.”
David Valente, defensor de outra das alegadas vítimas de ‘Bibi’, defende igualmente a presença dos media no julgamento, embora com algumas restrições. “Será sempre necessário preservar a intimidade e identidade dos jovens”, referiu ao CM, acrescentando que vai informar a juíza que rejeita a possibilidade de ‘Bibi’ recorrer ao soro da verdade, em sede de julgamento.“Não é o momento para realizar experiências desse tipo, ainda por cima num processo tão complexo”, justificou.
Ontem, os advogados do processo da Casa Pia foram também notificados de que Ana Peres incluiu Carlos Cruz no rol dos arguidos a quem as vítimas reclamam uma indemnização cível.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)