Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
3

JORGE RITTO NAS INSTALAÇÕES DO TIC

O antigo embaixador Jorge Ritto e o seu advogado, Rodrigo Santiago, encontram-se desde o início da tarde desta sexta-feira nas instalações do Tribunal de Instrução Criminal (TIC) de Lisboa, desconhecendo-se ainda se o juiz Rui Teixeira já iniciou o interrogatório previsto para hoje.
19 de Dezembro de 2003 às 16:13
Arquivo CM
Arquivo CM
À entrada para as instalações do TIC, o causídico não excluiu a hipótese de poder avançar com novas diligências processuais contra a actuação do juiz, em quem disse não ter confiança, por considerar que já tem uma convicção formada. Rodrigo Santiago pretende esclarecer, nomeadamente, se o seu cliente devia ser interrogado na condição de detido ou já em liberdade.
Caso não seja interrogado por Rui Teixeira até às 17h00 de hoje, Jorge Ritto ficará em liberdade, atendendo a que o limite máximo de detenção para interrogatório é de 48 horas. Questionado sobre o início do interrogatório, Rodrigo Santiago aproveitou para ironizar. “Não sei, sou um pobre advogado de província”, respondeu aos jornalistas.
Recorde-se que o antigo embaixador foi detido quarta-feira à tarde para interrogatório, pouco depois de ter recebido a informação de que iria ser libertado, de acordo com uma ordem nesse sentido do Tribunal da Relação, que deu provimento a um recurso apresentado pelo seu advogado, ao considerar que o primeiro interrogatório foi ilegal, o que anulou a prisão preventiva entretanto decretada.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)