Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
6

Jornalistas assassinados no mundo são tendência crescente

Só na última década foram registadas 700 mortes de profissionais de imprensa.
2 de Novembro de 2015 às 21:05
Repórteres sem Fronteiras dizem que há jornalistas mortos todos os dias
Repórteres sem Fronteiras dizem que há jornalistas mortos todos os dias FOTO: Getty Images

O número de jornalistas alvo de detenções arbitrárias, assassínios extrajudiciais e tortura é uma tendência crescente no mundo: só na última década 700 mortes de profissionais de imprensa foram registadas, alertou esta segunda-feira a organização não-governamental Repórteres sem Fronteiras.

"Apesar dos esforços, muito mais deveria ser feito para acabar com a impunidade e proteger os jornalistas. Ouvimos diariamente novos casos de jornalistas mortos, isso é extremamente preocupante", afirmou Delphine Halgand, diretora da representação daquela organização não-governamental (ONG) em Washington.

Halgand defendeu hoje, numa sessão na sede das Nações Unidas, que o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, indique um representante especial para dedicar-se ao tema de segurança dos jornalistas.

"Somente um representante especial trabalhando junto com o secretário-geral terá a força política e legitimidade para promover a mudança. Ele terá o papel de monitorar o cumprimento e a implementação da obrigação de proteger por parte do Estados-membros", disse.

A diretora da ONG Repórteres sem Fronteiras criticou ainda que apenas metade dos países onde jornalistas foram mortos recentemente respondeu às solicitações da UNESCO acerca das circunstâncias das mortes destes profissionais.

"Irão, Iraque, Mali e Rússia são alguns dos que não responderam ao pedido da UNESCO. Agora é hora de ação e de uma verdadeira mudança", reclamou.

Delphine Halgand Nações Unidas ONU Ban Ki-moon UNESCO media homicídios jornalistas imprensa televisão
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)