Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
3

José Afonso foi "um homem livre e insubmisso" - José Jorge Letria

Lusa 14 de Fevereiro de 2017 às 10:31

José Afonso, falecido há 30 anos, pagou "o preço das opções que fez nas condições materiais em que viveu, e foi, até ao fim, um homem livre e insubmisso", afirma José Jorge Letria, que com ele conviveu.

Poeta, dramaturgo e atual presidente da Sociedade Portuguesa de Autores, José Jorge Letria faz estas afirmações no livro "Zeca Afonso. O que faz falta. Uma memória plural", que é colocado à venda na quarta-feira.

A obra divide-se em duas partes essenciais. Na primeira, José Jorge Letria, que partilhou palcos com José Afonso, traça o perfil e a carreira do autor de "Grândola, Vila Morena". A segunda parte é constituída por 22 testemunhos de personalidades como António Almeida Santos (1926-2016), Carlos do Carmo, Francisco Fanhais, José Tengarrinha, Pedro Abrunhosa ou Vitorino, que conhecerem ou acompanharam o músico português.

C-Studio