Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
4

José Ramos-Horta considera inaceitável atraso nos salários de professores em Timor-Leste

Lusa 23 de Maio de 2016 às 02:51

O ex-presidente da República timorense, José Ramos-Horta, considerou hoje "incompreensível e inaceitável" que o Governo do seu país continue a demorar tanto tempo para pagar salários e complementos salariais aos professores portugueses e timorenses.

"Há dinheiro, está orçamentado, então pague-se. Além das grandes doutrinas e teorias da educação, por favor comecem a pagar a tempo e horas aos professores timorenses e portugueses a quem já tão mal pagamos", disse à Lusa em Díli.

Ramos-Horta falava à Lusa à margem de uma Conferência Internacional sobre as Políticas da Educação e Investigação Científica nos Estados-Membros da CPLP, que inicia uma ronda de contactos entre representantes lusófonos neste setor.