Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
6

Jovem bombeiro morre após colisão frontal

Diogo Reis Mota, 23 anos, regressava a casa depois de sair das aulas, em Melgaço. Era sobrinho da 7.ª vítima mortal dos fogos.
17 de Janeiro de 2014 às 09:57
Diogo Reis Mota, 23 anos, morreu após uma colisão frontal
Diogo Reis Mota, 23 anos, morreu após uma colisão frontal FOTO: Ricardo Cabral

Um bombeiro voluntário de Valença morreu ontem à tarde na sequência de uma colisão na EN101 em Melgaço. Diogo Reis Mota, de 23 anos, regressava a casa após as aulas na universidade. Era sobrinho de Fernando Reis, de 50 anos, o motorista dos bombeiros da mesma corporação, que morreu devido às queimaduras que sofreu num incêndio, no verão passado.

Diogo ter-se-à despistado e embateu frontalmente no carro onde seguia outra estudante, de 31 anos, que ia para a mesma universidade. Morreu no local.

"Parece que alguma coisa má passou por aqui", lembrou o  Comandante dos Bombeiros de Valença, Veiga Rodrigues, referindo-se ao tio do jovem, que foi a 7ª vítima mortal dos fogos em 2013.

CLIQUE NA IMAGEM PARA VER O VÍDEO CMTV

Melgaço bombeiro colisão morte Diogo Reis Mota
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)