Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
8

Junta de São Pedro da Cova quer área afetada pelos resíduos perigosos requalificada

6 de Agosto de 2014 às 12:35

O presidente da União das Freguesias de Fânzeres/São Pedro da Cova, concelho de Gondomar, exigiu hoje do Governo "medidas urgentes de requalificação da área afetada" pelo depósito de resíduos perigosos, bem como esclarecimentos sobre a qualidade da água.

Na sequência do anúncio feito terça-feira pela câmara de Gondomar de que o Tribunal de Contas (TdC) emitiu o visto que faltava ao contrato para a remoção das 88 mil toneladas de resíduos industriais perigosos depositados em São Pedro da Cova, o presidente da Junta, Daniel Vieira, exige agora que "o processo não pare".

"A luta pela requalificação desta área que foi afetada não vai parar. Existe uma luz ao fundo do túnel que temos de registar, mas existem outros dados que precisam de ser esclarecidos", disse o autarca.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)