Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
3

Justiça argentina condena empresário por crimes durante ditadura militar

Lusa 29 de Março de 2016 às 03:21

A justiça argentina condenou pela primeira vez um empresário por crimes contra a humanidade, cometidos contra um funcionário durante a última ditadura militar (1976-1983), informaram fontes judiciais na segunda-feira.

Marcos Jacobo Levín, proprietário de uma empresa de transportes, foi condenado a uma pena de 12 anos de prisão por um tribunal da província de Salta, no norte da Argentina.

Segundo o tribunal, Levín participou no sequestro e tortura de um trabalhador e delegado sindical da sua empresa em 1977, de acordo com as informações publicadas no portal da Procuradoria-Geral argentina.

Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)