Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
4

Kiev diz que não recebe gás russo há um mês e denuncia subida de preço

Vice-primeiro-ministro ucraniano acusou o grupo estatal russo de ter duplicado o preço do gás, "sem qualquer motivo".
8 de Julho de 2014 às 19:19

O vice-primeiro-ministro ucraniano, Vladimir Groisman, afirmou esta terça-feira, em Estrasburgo, França, que o grupo estatal russo Gazprom não fornece gás à Ucrânia há cerca de um mês.

O representante de Kiev reagia às acusações da empresa russa, que afirmou que as autoridades ucranianas tinham falhado o pagamento do fornecimento de gás durante o mês de junho.

"Quase há um mês que não recebemos uma única gota de gás" russo, afirmou Vladimir Groisman, em declarações à comunicação social, após uma reunião em Estrasburgo com o secretário-geral do Conselho da Europa, o norueguês Thorbjorn Jagland. O vice-primeiro-ministro ucraniano, que acusou o grupo estatal russo de ter duplicado o preço do gás "sem qualquer motivo", acrescentou que a Rússia impõe à Ucrânia três tipos de agressão: "energética", "militar" e "informativa".

Ucrânia Kiev gás russo mês denuncia subida preço
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)