Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
2

Libertado um dos activistas detidos em Cabinda desde 14 de março

Lusa 13 de Maio de 2015 às 18:37

Um dos dois ativistas detidos preventivamente em Cabinda desde 14 de março foi hoje libertado na sequência de diligências naquela província de uma delegação da Procuradoria-Geral da República, disse à Lusa o seu advogado.

"Não tenho mais informação, mas posso confirmar que o doutor Arão Bula Tempo e o seu cliente [que também estava detido], foram libertados esta tarde. Para já, permanece detido o senhor José Marcos Mavungo", afirmou o advogado dos dois ativistas, Francisco Luemba.

José Marcos Mavungo, de 52 anos, ativista dos direitos humanos, que continua detido, e Arão Bula Tempo, de 56 anos, advogado e presidente do Conselho Provincial de Cabinda da Ordem dos Advogados de Angola, estão indiciados, mas ainda sem acusação formal, por alegados crimes contra a segurança do Estado.

Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)