Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
2

Líder da oposição na Nicarágua regressa ao país após 14 meses de exílio

Acusação contra Felix Maradiaga foi arquivada devido à controversa lei da amnistia.
Lusa 17 de Setembro de 2019 às 02:55
Felix Maradiaga
Felix Maradiaga FOTO: Getty Images

O líder da oposição nicaraguense Felix Maradiaga, acusado pela Justiça de provocar a agitação social contra o Presidente Daniel Ortega, regressou esta segunda-feira ao país, após 14 meses de exílio.

"Fiz tudo o que estava ao meu alcance para que o mundo saiba o que está a acontecer na Nicarágua e para que a comunidade internacional exerça pressão por uma transição pacífica para a democracia", afirmou o académico e ativista político, em declarações aos jornalistas à chegada a Manágua.

A acusação contra Felix Maradiaga foi arquivada devido à controversa lei da amnistia, que entrou em vigor em junho e propõe que as autoridades não investiguem os delitos cometidos durante a crise no país e que se abstenham de executar sentenças.

Nicarágua Felix Maradiaga Justiça política distúrbios guerras e conflitos golpe de estado
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)