Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
1

Coreia do Sul e Japão comprometem-se a melhorar relações

Líderes dos dois países reuniram-se esta segunda-feira.
Lusa 2 de Novembro de 2015 às 04:53
O primeiro-ministro japonês (Esq.) e a presidente sul coreana
O primeiro-ministro japonês (Esq.) e a presidente sul coreana FOTO: EPA

A Presidente sul-coreana e o primeiro-ministro do Japão comprometeram-se esta segunda-feira em Seul a resolver as disputas através do diálogo e a melhorar as relações bilaterais na primeira cimeira desde que ambos assumiram o poder em 2012.

O encontro entre Park Geun-hye e Shinzo Abe decorreu à porta fechada, na presidência sul-coreana, durou uma hora e 40 minutos e terminou com uma declaração à imprensa pelos dois líderes.

As relações entre Seul e Tóquio ficaram marcadas nos últimos anos por constantes atritos, principalmente por diferenças históricas que têm a sua raiz na ocupação japonesa da Coreia (1910-1945).

Um dos assuntos controversos é a utilização de mulheres coreanas como escravas sexuais pelo exército japonês, antes e durante a II Guerra Mundial, um tema que foi abordado esta segunda-feira na cimeira bilateral, tal como revelado pelo próprio Abe.

"Acordámos impulsionar o diálogo sobre este assunto para eliminar obstáculos [nas relações bilaterais] no futuro", disse o responsável japonês, em declarações citadas pela agência local Yonhap.

Escravatura sexual é obstáculo
Por sua vez, Park Geun-hye afirmou que o tema das escravas sexuais é "o maior obstáculo" nas relações bilaterais, e que espera que a sua reunião com Abe seja um primeiro passo para resolver as disputas no ano em que se cumprem cinco décadas sobre a normalização das relações diplomáticas entre os dois países.

Outro foco de conflito frequente entre Seul e Tóquio são os ilhotes Dokdo, que se encontram entre ambos os países e são controlados de facto pela Coreia do Sul, mas reclamados pelo Japão sob o nome de Takeshima.

Por outro lado, os dirigentes da Coreia do Sul e Japão comprometeram-se a estreitar a cooperação para tratar o problema do desenvolvimento de armas nucleares da Coreia do Norte, que é considerado por ambos os países como uma ameaça à segurança da região.

Este tema foi abordado no domingo na cimeira tripartida que ambos os líderes realizaram em Seul juntamente com o primeiro-ministro chinês, Li Keqiang, e que foi a primeira entre os chefes do Governo dos três países desde 2012.

Japão Coreia do Sul Shinzo Abe Park Geun-hye reunião relações bilaterais diplomacia política
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)