Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
6

Lucro do britânico Lloyds sobe 16% até setembro

Banco alcançou um lucro de 2.235 milhões de euros.
Lusa 28 de Outubro de 2015 às 12:36
O Lloyds Bank é presidido pelo português António Horta Osório
O Lloyds Bank é presidido pelo português António Horta Osório FOTO: EPA

O Lloyds Banking Group alcançou um lucro de 1.615 milhões de libras (2.235 milhões de euros) nos nove primeiros meses do ano, mais 16% em relação a igual período de 2014, indicou esta quarta-feira a instituição financeira britânica.

As receitas do banco liderado por Horta Osório mantiveram-se praticamente estáveis nos 13.205 milhões de libras (18.275 milhões de euros), contra os 13.199 milhões de libras (18.267 milhões de euros) de há um ano atrás, refere em comunicado.

A administração do banco justificou o sucesso dos resultados devido ao seu modelo de gestão simples e de baixo risco.

No final de setembro, os empréstimos concedidos aos clientes atingiram os 455.000 milhões de libras (627.000 milhões de euros), mais 1% em relação a idêntico período do ano anterior.

Depósitos de clientes estáveis
Os depósitos dos clientes mantiveram-se estáveis até setembro deste ano, situando-se nos 418.000 milhões de libras (578.000 milhões de euros), contra 417.000 milhões de libras (577.000 milhões de euros) nos nove meses anteriores.

O resultado bruto aumentou 33% até setembro, para 2.151 milhões de libras (2.976 milhões de euros), refere o comunicado, lembrando que o rácio empréstimos/depósitos se fixou em 109% nos nove primeiros meses do ano, idêntico ao do período compreendido entre janeiro e setembro do ano passado.

Os recursos próprios básicos -TIER 1- situaram-se em 13,7% nos primeiros nove meses, contra 13,3% um ano antes.

O presidente-executivo do Lloyds, António Horta Osório, realçou o "bom rendimento do grupo graças a um modelo simples, de baixo risco e centrado nos negócios britânicos, que permitem olhar com confiança as perspetivas futuras".

O banco indicou ainda que a 09 de outubro a participação do Estado britânico era de 11%.

Lloyds Banking Group António Horta Osório economia negócios e finanças lucros economia (geral) macroeconomia
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)