Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
6

Mãe aos 18: "Nunca imaginei fazer o 12.º grávida"

Mãe à procura de primeiro emprego e pai manifestam esperança no futuro.
13 de Outubro de 2013 às 08:24
O pai João ainda não mudou a fralda à bebé, diz a mãe Cátia
O pai João ainda não mudou a fralda à bebé, diz a mãe Cátia

Maria Leonor é a primeira filha de Cátia Silva e João Cordas. O casal de Santo António das Areias, concelho de Marvão, ainda está surpreendido com a bebé que nasceu de parto normal na quinta-feira, dia 10 deste mês, às 11h53 no hospital de Portalegre.

A gravidez "não foi planeada", mas acabou por "ser desejada" pelos progenitores que nunca imaginaram serem pais tão cedo. "Já namoramos há três anos e vivíamos separados. Casar e ter filhos não fazia parte dos planos e nunca falámos sobre isso, mas quando soubemos da gravidez decidimos viver juntos", explica Cátia Silva, de 18 anos, que conta com a ajuda da família.

A gravidez surgiu a meio do ano letivo, mas a jovem não se intimidou com os olhares curiosos. "Nunca imaginei ser mãe aos 18 anos e terminar o 12º ano com seis meses de gravidez. Na escola há sempre pessoas que comentam, mas nada por aí além", acrescenta Cátia Silva que pensa fazer o curso de enfermagem.

"Esse sonho está adiado, mas não afastado. Terei de conciliar horários. Quando arranjar trabalho e a bebé já não precisar tanto de mim, pensarei no curso", garante Cátia, à procura do primeiro emprego. João Cordas, 23 anos, reagiu "bem" à gravidez e pensou que seria pai de um menino. "Saiu uma menina", conta o trabalhador agrícola que ajuda em algumas tarefas. "Ainda não mudou fraldas", concluiu a mãe.

Cátia Silva João Cordas Maria Leonor Marvão filha gravidez
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)