Mais de metade dos inquiridos em estudo sobre adição à internet apresentavam risco

Por Lusa|22.06.16
  • partilhe
  • 0
  • +

Mais de metade dos inquiridos num estudo sobre adição à internet em Portugal apresentavam "risco elevado" e "médio risco" de desenvolver este problema, com "vários prejuízos negativos" na vida destas pessoas.

O estudo, que decorreu entre agosto de 2014 e maio de 2015 e envolveu 641 internautas portugueses, visou "adaptar para Portugal uma metodologia científica que auxilie o diagnóstico da adição internet em contexto clínico", disse à agência Lusa o coordenador da investigação, Halley Pontes.

Procurou também caracterizar os padrões comportamentais online referentes ao uso "excessivo e disfuncional" da internet, adiantou o investigador da Nothingham Trent University, no Reino Unido.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!