Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
3

Mais de 30 quadros superiores chineses afastados por adultério

Lusa 28 de Novembro de 2014 às 03:15

Pelo menos 32 quadros superiores chineses, seis dos quais de nível provincial, foram afastados este ano por terem cometido adultério, revelou hoje a imprensa oficial.

Embora não seja um crime punido pelo Código Penal chinês, o adultério é considerado "uma violação da moral socialista" e "um comportamento inaceitável para os membros do Partido Comunista.

A corrupção na China é frequentemente associada a "estilos de vida dissolutos" e altas personalidades do partido presas por desvio de fundos, subornos ou abuso de poder foram também acusadas de manterem "relações sexuais impróprias".