Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
1

Manif contra fecho das urgências do Curry Cabral

Dezenas de pessoas manifestaram-se este sábado contra o fecho das urgências do Hospital Curry Cabral, em Lisboa, depois de uma marcha lenta desde Santa Iria de Azóia, Loures.
17 de Março de 2007 às 14:59
Cerca de 40 manifestantes percorreram as dez freguesias afectadas pela reformulação do serviço de saúde, colocando, no final, uma faixa negra nos portões do Hospital Curry Cabral onde podia ser lido: “não ao fecho destas urgências”.
Segundo a coordenadora concelhia das Comissões de Base de Saúde de Loures e vereadora do CDU na Câmara, Anabela Feliciano, estas urgências, construídas em 1998, ainda “estão adequadas para o serviço que prestam”.
A vereadora afirmou ainda “que não aceitamos que esta situação se concretize. Basta ao ministro da Saúde, basta ao Primeiro-ministro, basta ao presidente da Câmara de Loures que não vem para a rua defender lado a lado a população que serve”.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)