Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
5

Marcelo adverte que "não se pode agora adormecer à sombra da bananeira"

Lusa 16 de Junho de 2017 às 17:41

O Presidente da República saudou hoje novamente o anterior e o atual governos pelo encerramento do Procedimento por Défice Excessivo (PDE), mas advertiu que "não se pode agora" cometer o erro de "adormecer à sombra da bananeira".

Segundo Marcelo Rebelo de Sousa "é compreensível que haja o cumprimento de promessas governativas e até de entendimentos existentes na maioria parlamentar de apoio" no Orçamento do Estado para 2018, que se traduzam "num desafogo fiscal e nalgumas vantagens sociais para um número considerável de portugueses".

O chefe de Estado, que falava no final de uma visita à associação Abraço, em Lisboa, acrescentou, contudo: "Não se pode agora fazer aquilo que muitas vezes é um erro nacional que é adormecer à sombra da bananeira, considerar que está adquirido o que demorou cinco anos e meio a obter e, por uma precipitação, por um excesso, por uma falta de linha orientadora, questionar aquilo que é fundamental".

Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)