Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
6

Marcelo defende que "há várias formas imaginativas" de Estado apoiar comunicação social sem interferir

Lusa 3 de Dezembro de 2018 às 15:36

O Presidente da República defendeu hoje que existem "várias formas imaginativas" de o Estado apoiar a comunicação social sem interferir na liberdade de informação, como incentivos fiscais, estímulo à leitura ou taxas às plataformas multinacionais pelo uso da informação.

No âmbito da iniciativa "Jornalistas no Palácio de Belém", que junta até meados de dezembro convidados da comunicação social televisiva, radiofónica e escrita e estudantes de todo o país, estiveram hoje na residência oficial de Marcelo Rebelo de Sousa os diretores do semanário Expresso, Pedro Santos Guerreiro, e do jornal Público, Manuel Carvalho.

Depois de ter lançado, na semana passada, o debate se o Estado deve intervir num cenário de crise da comunicação social, Marcelo Rebelo de Sousa foi questionado pelos jornalistas se tal intervenção seria compatível com a manutenção da liberdade de informação.

Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)