Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
1

Mariano Rajoy: Democracia e direitos humanos devem ser guias para África

Rajoy falava na cimeira da União Africana, a decorrer na Guiné Equatorial.
26 de Junho de 2014 às 13:58

O primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy, apelou hoje aos líderes africanos para que tenham a democracia e o respeito pelos direitos humanos como "pontos cardeais" para uma etapa de renascimento de África, na qual a Espanha deseja participar.

Rajoy falava na cimeira da União Africana (UA), a decorrer na Guiné Equatorial, antiga colónia espanhola.

Sendo o único dirigente europeu convidado para a reunião, o primeiro-ministro espanhol agradeceu o gesto, sobretudo ao presidente em exercício da UA, o chefe de Estado da Mauritânia Mohamed Ould Abdel Aziz, e ao anfitrião do encontro, o presidente Teodoro Obiang.

Antes da cimeira Rajoy esteve reunido separadamente com Aziz, Obiang e com a presidente da Comissão da UA, Nkosazana Dlamini Zuma, a quem incentivou a avançarem na integração do continente, face ao êxito de experiências como a da União Europeia.

Segundo fontes do governo espanhol, nos encontros Rajoy elogiou o progresso económico de África e abordou a situação ao nível da segurança na Nigéria, Mali e República Centro Africana.

De acordo com as mesmas fontes, o encontro de Rajoy com Obiang foi o primeiro na Guiné Equatorial entre o seu presidente e um chefe de governo espanhol em 23 anos.

No discurso na cimeira, o chefe do governo de Espanha salientou que o futuro de cada nação deve ser decidido pelos seus cidadãos e defendeu "instituições sólidas, transparentes e abertas" que reduzam as desigualdades.

Um dos maiores produtores de petróleo de África, a Guiné Equatorial, liderada por Teodoro Obiang desde 1979, é vista como uma das piores ditaduras africanas e considerada um dos regimes mais fechados do mundo.

Mariano Rajoy União Africana Guiné Equatorial
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)