Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
7

Marinho e Pinto deixa liderança do PDR no próximo ano

Presidente do partido garantiu, contudo, que irá permanecer no Partido Democrático Republicano.
Lusa 2 de Dezembro de 2019 às 18:45
Marinho e Pinto
António Marinho e Pinto
Marinho e Pinto
António Marinho e Pinto
Marinho e Pinto
António Marinho e Pinto
O presidente do PDR, António Marinho e Pinto, confirmou hoje à Lusa que não se vai recandidatar à liderança do partido nas eleições que deverão realizar-se no início do próximo ano, mas continuará militante.

A saída de Marinho e Pinto da liderança do PDR foi noticiada pelo Público 'online' e confirmada pelo próprio à agência Lusa.

"Vou fazer 70 anos e acho que devemos abrir as portas às pessoas mais novas, com mais criatividade e com mais ideias para o futuro. Além disso, não fui bem-sucedido nas últimas eleições", justificou o líder do PDR, em declarações à Lusa.

Marinho e Pinto garantiu, contudo, que irá permanecer no Partido Democrático Republicano, que ajudou a criar em 05 de outubro de 2014, mas que só viria a ser constituído oficialmente em fevereiro de 2015.

"Sou fundador e irei continuar", assegurou.

As eleições para os órgãos dirigentes do PDR deverão realizar-se no início do próximo ano, em princípio em janeiro, disse o ainda líder, embora notando que será uma comissão eleitoral a marcar a assembleia-geral de militantes que elegerá o novo presidente.

A única dúvida quanto à data das eleições reside no facto de o partido estar a mudar a sua sede nacional, acrescentou, admitindo que janeiro é por enquanto uma data meramente indicativa.

Nas últimas legislativas o PDR alcançou 0,23%, correspondentes a 11.674 votos, de acordo com o mapa oficial publicado em Diário da República.

PDR António Marinho e Pinto política autoridades locais eleições
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)