Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
1

Médicos cubanos no estrangeiro constituem principal fonte de divisas da ilha

Lusa 17 de Abril de 2017 às 19:06

Milhares de médicos cubanos exerciam atividade, no final do ano passado, em 62 países de todo o mundo, incluindo Portugal, constituindo a principal fonte de divisas do país caribenho.

De acordo com o Anuário Estatístico de Saúde de Cuba, uma informação oficial publicada hoje, os médicos cubanos estavam presentes - até ao final do ano passado - em 24 países da América Latina e das Caraíbas, 27 países da África subsaariana, sete da Ásia Oriental e do Pacífico, dois do Médio Oriente e da África Oriental, bem como em Portugal e na Rússia.

Esta atividade gerou receitas estimadas médias de mais de 11 mil milhões de dólares (10,3 mil milhões de euros) por ano entre 2011 e 2015. A ilha das Caraíbas fatura os serviços destes médicos em 35 dos 62 países de acolhimento, indicou o antigo ministro da Economia cubano José Luis Rodriguez, citado pelo portal oficial Cubadebate.

Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)