Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
8

Mendes Cabeçadas quer deixar cargo

O Chefe de Estado-Maior General das Forças Armadas (CEMGFA), o almirante Mendes Cabeçadas, comunicou ao ministro da Defesa e ao Presidente da República a sua intenção de abandonar o cargo um ano antes de terminar o seu mandato.
13 de Outubro de 2006 às 09:04
A notícia é avançada esta sexta-feira na edição online do semanário 'Sol', que recorda que Mendes Cabeçadas foi nomeado durante o Governo de Durão Barroso e viu o seu mandato prorrogado já com José Sócrates à frente do Executivo. No entanto, o almirante avisou que, por motivos pessoais, estaria disponível para continuar como CEMGFA apenas por mais um ano, prazo que termina a 4 de Novembro.
Na carta enviada a Severiano Teixeira, o CEMGFA reafirma que continua à espera de ser dispensado das suas funções, refere o mesmo jornal.
Ainda segundo o 'SOL', que cita fonte do Ministério da Defesa, o processo de substituição do CEMGFA decorrerá no final de Novembro. O cargo poderá ser atribuído ao actual Chefe de Estado-Maior do Exército, Valença Pinto, ou ao actual comandante-geral da GNR, Mourato Nunes.
Ver comentários