Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
2

MAI diz que recolocação de refugiados é um "processo moroso"

Ministra diz que processo implica um "forte escrutínio" destas pessoas.
Lusa 15 de Dezembro de 2015 às 13:12
A ministra da Administração Interna Constança Urbano de Sousa
A ministra da Administração Interna Constança Urbano de Sousa FOTO: Tiago Petinga/Lusa

A ministra da Administração Interna defendeu esta terça-feira que os governos europeus têm que manifestar maior disponibilidade para acolher refugiados, admitindo, contudo, que este é um "processo moroso" ao implicar um "forte escrutínio" destas pessoas.

"Os governos europeus têm que manifestar maior disponibilidade para acolher essas pessoas, embora todos estes procedimentos impliquem também um forte escrutínio até para se distinguir as que verdadeiramente necessitam de proteção internacional, e essas vão ser acolhidas, daquelas que não têm essa necessidade de proteção, sendo o destino provável o retorno aos países de origem", disse Constança Urbano de Sousa aos jornalistas.

A ministra participou esta terça-feira na sessão de abertura da Conferência Portugal e os compromissos da Agenda Europeia para as Migrações, organizada pelo Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF).

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)