Milhares de católicos saúdam Papa em Myanmar

Visita a país de maioria budista é marcada pela crise da perseguição aos rohingyas
Por Lusa|27.11.17
  • partilhe
  • 3
  • +

O papa Francisco foi acolhido esta segunda-feira em Rangum por milhares de birmaneses trajando vestes tradicionais e com bandeiras do Vaticano e de Myanmar, país budista e acusado de "depuração étnica" contra a minoria muçulmana rohingyas.

Milhares de católicos vindos de todo o país emocionaram-se quando Francisco surgiu em público, tendo sido saudado pelos líderes católicos locais, que representam os cerca de 700 mil cristãos residentes no país, um pouco mais de 1% dos cerca de 51 milhões de habitantes de Myanmar.

"Vi o papa. Estão tão emocionada que até chorei. O ar tornou-se agradável e doce. Francisco vem pela paz", declarou Christina Aye Sein, funcionária de um banco católico em Rangum, à passagem do cortejo papal, usando uma "t-shirt" com uma fotografia e Francisco e uma frase: "paz e amor".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!
Comentário mais votadoEscreva o seu comentário
  • De Manuel28.11.17
    Mais uma monarquia em vias de extinção
1 Comentário
  • De Manuel28.11.17
    Mais uma monarquia em vias de extinção
    Responder
     
     0
    !