Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
5

Milhares no Cortejo da Queima do Porto celebram "orgulho no espírito académico"

Cortejo da Queima do Porto termina com a tradicional bênção das pastas, frente aos Paços do Concelho, para prosseguir em festa com a Queima das Fitas, que se prolonga até domingo.
6 de Maio de 2014 às 19:40

Dezenas de milhares de estudantes das faculdades da cidade do Porto celebraram esta terça-feira o fim de um ciclo e o início de outro no Cortejo da Queima das Fitas, que voltou a partir da Rua da Restauração até aos Aliados.

Todos os estudantes abordados pela agência Lusa admitiram que a festa, apesar das tradicionais alegrias e emoção, continua a ser feita à sombra da incerteza profissional e das perspetivas de emigração, não comprometendo, ainda assim, o que dizem ser a "força do espírito académico".

Para Fábio Pinto e Ângela Saraiva, finalistas de Engenharia Química, "todas as coisas que têm acontecido nos últimos tempos com os estudantes só fazem engrandecer o orgulho na praxe e na vida académica", pelo que celebraram a licenciatura apesar de estarem já "prontos para lutar contra o desemprego." "Um engenheiro arranja sempre solução", garantiu Ângela Saraiva, "um engenheiro desenrasca-se", confirmou Fábio Pinto.

Já segundo Pedro Moreira, finalista de Medicina de 23 anos, "este país não está a conseguir racionar o que são as pessoas necessárias à Saúde".

Tanto Rita Pinheiro como Carolina Duque, finalistas de Engenharia Agronómica e Ciências do Ambiente, desejam ainda prosseguir com os estudos e tirar um Mestrado, encarando a emigração como último recurso.

Porto milhares cortejo Queima Porto orgulho espírito académico
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)