Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
2

Militantes do Podemos decidem que Pablo Iglesias deve ficar à frente do movimento

Permanência do secretário-geral e da mulher no partido foi abalada por polémica da compra de uma casa de 600 mil euros.
Lusa 27 de Maio de 2018 às 19:11
Pablo Iglesias e Irene Montero no parlamento de Espanha
Pablo Iglesias e Irene Montero no parlamento de Espanha
Pablo Igesias, líder do partido de extrema esquerda Podemos, em Espanha
Pablo Iglesias e Irene Montero no parlamento de Espanha
Pablo Iglesias e Irene Montero no parlamento de Espanha
Pablo Igesias, líder do partido de extrema esquerda Podemos, em Espanha
Pablo Iglesias e Irene Montero no parlamento de Espanha
Pablo Iglesias e Irene Montero no parlamento de Espanha
Pablo Igesias, líder do partido de extrema esquerda Podemos, em Espanha

Os militantes do movimento espanhol Podemos decidiram que Pablo Iglesias deve continuar como secretário-geral, depois da polémica da compra de uma casa de 600 mil euros, foi anunciado este domingo.

Segundo a consulta interna, 68,42% dos inscritos votaram pela permanência de Pablo Iglesias e da sua mulher Irene Montero, porta voz do movimento, nos seus cargos, contra os 31,58% que consideraram que deveriam ser demitidos.

Os dados da consulta interna que contou com o voto de 188.176 pessoas, a mais participada de sempre, foram divulgados pelo secretário do Podemos, Plabo Echenique, na sua conta pessoal da rede social Facebook.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)