Ministério Público húngaro recorre da condenação de acusados da morte de 71 migrantes

Por Lusa|14.06.18
  • partilhe
  • 0
  • +

O Ministério Público da Hungria anunciou hoje que vai recorrer da condenação a 25 anos de prisão de quatro acusados da morte por asfixia de 71 migrantes num camião, por considerar que "não reflete" a gravidade do crime.

"O veredicto não reflete suficientemente as condições do crime", afirmou o procurador Gabor Schmidt no tribunal de Kecskemét, que hoje condenou os quatro homens.

O Ministério Público tinha pedido prisão perpétua para os quatro principais acusados, membros de uma rede de tráfico de pessoas.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!