Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
7

Ministério Público pede nova prisão preventiva para Manuel Godinho

Por considerar que há perigo de fuga.
26 de Junho de 2014 às 16:17

O Ministério Público (MP) pediu hoje a prisão preventiva como medida de coação para Manuel Godinho, o principal arguido no processo 'Face Oculta', por considerar que há perigo de fuga, informou o advogado do sucateiro.

Manuel Godinho compareceu hoje no Tribunal de Ovar para ser interrogado pelo MP, após a defesa do sucateiro ter requerido que fossem declaradas extintas todas as medidas de coação a que o arguido estava sujeito.

Além da prestação de caução no valor de 100 mil euros, o arguido não se pode ausentar da sua área de residência (Esmoriz, Ovar), está proibido de contactar com outros arguidos e testemunhas do processo e tem de se apresentar duas vezes por semana às autoridades policiais.

O sucateiro foi o único arguido neste processo que chegou a estar detido preventivamente, tendo sido libertado em 28 de fevereiro de 2011, por ter expirado o prazo de 16 meses de prisão preventiva, sem estar concluída a instrução do processo.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)