Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
5

Ministra admite atraso nos medicamentos em unidose

Ana Jorge, ministra da Saúde, admitiu esta sexta-feira um atraso na implementação de um sistema de dispensa de medicamentos em unidose. Uma medida anunciada pelo Primeiro-ministro há três anos.
3 de Abril de 2009 às 14:59
Ana Jorge
Ana Jorge FOTO: D.R.

“Já passara, três anos e é uma preocupação”, disse Ana Jorge, explicando que se trata de um “processo complexo” que tem levado o Ministério da Saúde a efectuar diversos estudos de forma a garantir uma distribuição eficaz.

Uma das razões pelas quais ainda não foi possível aplicar o sistema foi o facto de durante os estudo que têm vindo a ser feitos foram “levantados alguns problemas, nomeadamente o risco maior de haver medicamentos de contrafacção”, dada a distribuição das doses à unidade.

Ana Jorge referiu ainda que tendo em conta que numa fase experimental a distribuição seria feita em farmácias hospitalares, onde “pode ser feita de forma mais segura”,  e recordou que existem apenas “duas farmácias hospitalares no País”, o que aumenta as dificuldades de implementação da dispensa de medicamentos em unidose.

Este sistema permite aos médicos receitar  apenas a dose necessária ao tratamento de doenças agudas, evitando o desperdício  e reduzindo os custos da sua comparticipação.  

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)