Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
1

Ministro assinala Dia da Memória

O ministro da Administração Interna, Rui Pereira, assinalou este domingo em Santarém o Dia da Memória das Vítimas na Estrada, apelando a um esforço nacional para diminuir o número de mortos nas estradas.
18 de Novembro de 2007 às 17:37
De acordo com o ministro, ainda é relativamente cedo para fazer balanços, no entanto, aproveitou a ocasião para sensibilizar a população, realçando que no ano passado registaram-se menos de mil mortos nas estradas portuguesas.
O governante referiu ter-se registado uma evolução desde meados da década de 80, na qual o número de mortos ultrapassava os 2.500 por ano, tendo sido reduzido para 1.500 em 2001.
Rui Pereira mencionou que “é preciso estabilizar esse resultado, garantir que não é um acaso, que conseguimos consolidar e que este é um esforço nacional que corresponde à afirmação de uma civilização solidária, em que as pessoas têm condutas responsáveis e cívicas”.
Segundo o mesmo, as causas dos acidentes são conhecidas por todos nomeadamente, falta de atenção por parte dos condutores, excesso de velocidade, manobras perigosas, excesso de álcool, comportamentos agressivos e a utilização do carro como uma arma mesmo que acidentalmente.
MOITA FLORES QUESTIONA FORMAÇÃO DE CONDUTORES
Entretanto, o presidente da Câmara de Santarém, Franscisco Moita Flores questionou o controlo exercido sobre a formação dos condutores e prometeu medidas na cidade de Santarém.
O autarca defende que existem questões que devem ser pensadas, em relação á formação dos condutores, nomeadamente, "em que termos são dadas as cartas de condução, quem é o utente desse documento que coloca na estrada alguém com um objectivo que mata e que mata muitas vezes mais do que uma vida.
Como medidas à segurança rodoviária, a autarquia pretende colocar um piso rugoso no pedaço de estrada da EN3, à saída de Santarém, onde se têm registado vários acidentes graves.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)