Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
1

Ministros chegam a acordo sobre sector açucareiro

Os ministros da Agricultura da União Europeia (UE) chegaram esta quarta-feira a acordo sobre o plano de reestruturação da indústria açucareira e o 'levantamento’ dos terrenos pousios devido à crise da produção de cereais.
26 de Setembro de 2007 às 16:41
Tal como previsto, os 27, reunidos hoje na capital belga, sobre a presidência portuguesa, alcançaram um acordo político relativamente às propostas de Bruxelas, com vista a promover o abandono do sector do açúcar, assentes incentivos como o pagamento aos produtores de 237,5 euros por cada tonelada de açúcar que deixar de produzir.
A UE pretende obter uma redução de 3,8 milhões de toneladas, tendo os ministros da Agricultura dado ‘luz verde’ a um série de incentivos, tanto aos produtores como à indústria.
No que concerne os produtores de açúcar, estes passam a ter a possibilidade de renunciarem às suas quotas, direito até ao momento exclusivo da indústria, tendo estas compensações efeitos retroactivos.
Na indústria, as que abdicarem de certa parte das suas quotas em 2008/2009, ficarão isentas da contribuição para o fundo de reestruturação, para os quais as restantes têm de contribuir.
Para fazer frente à crise nos cereais, os governantes aprovaram as proposta da Comissão de fixar em zero por cento a taxa de retirada obrigatória de terras da produção, o denominado pousio, relativamente às sementeiras deste Outono e da Primavera de 2008.
Bruxelas tem o objectivo de responder à actual crise do mercado dos cereais, em que a baixa de produção e colheita do ano passado levou a uma redução recorde dos stocks europeus.
O ministro português, Jaime Silva, que presidiu à reunião, explicou que, além desta medida, os 27 vão pedir à “Comissão para pensar em medidas estruturais, na medida em que a procura de cereais é contínua no mercado mundial” e que a “questão séria do equilíbrio entre oferta e procura” não é um problema de apenas um ano.
Até à adopção de medidas mais profundas, os ministros europeus aprovaram a proposta da Comissão de, até ao próximo ano, suprimir a obrigatoriedade de preservar 10% dos terrenos de colheita, o que deve ser aplicado em futuras campanhas.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)