Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
7

Ministros da UE aprovam ajudas

Os ministros da Agricultura dos 25 Estados-membros da União Europeia, reunidos no Luxemburgo, concordaram esta terça-feira com o financiamento comunitário a 50 por cento dos prejuízos sofridos pelos avicultores atingidos pela queda do consumo motivada pelo receio de contaminação da gripe das aves.
25 de Abril de 2006 às 14:11
Jaime Silva
Jaime Silva FOTO: Arquivo CM
"Temos um consenso para que a UE financie 50 por cento dos programas que os Estados-membros venham a apresentar", revelou o representante português, Jaime Silva. O ministro apoiou a medida apesar de Portugal ter defendido anteriormente um co-financiamento comunitário de 100 por cento dos prejuízos.
O governo português deu o seu acordo a um compromisso que deixa em aberto a possibilidade dos restantes 50 por cento virem a ser financiados através, não só de fundos públicos nacionais, mas também pelos próprios produtores.
Lisboa vai agora reunir-se com a Federação dos Produtores de Aves para o executivo apresentar um programa que explique os prejuízos com a redução do consumo. "Sabendo a situação orçamental de rigor em que nos encontramos, vamos tentar encontrar soluções alternativas" ao financiamento com dinheiros públicos nacionais, referiu Jaime Silva.
Actualmente, o vírus H5N1, a estirpe mais perigosa da gripe das aves, foi detectada em aves selvagens em 13 Estados-membros (Alemanha, Áustria, Dinamarca, Eslováquia, Eslovénia, França, Grécia, Hungria, Itália, Polónia, Reino Unido, República Checa e Suécia) e em aves de capoeira em três países comunitários (Alemanha, França e Suécia).
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)