Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
3

Misericórdia do Porto ativa plano de apoio aos sem-abrigo devido ao frio

Apoio "a pessoas sem alojamento" vai manter-se ativo até sexta-feira.
Lusa 5 de Fevereiro de 2018 às 16:20
Sem-abrigo
Sem-abrigo
Sem-abrigo
Sem-abrigo
Sem-abrigo
Sem-abrigo
Sem-abrigo
Sem-abrigo
Sem-abrigo

A Misericórdia do Porto ativou hoje um "programa de apoio" aos sem-abrigo devido à "vaga de frio que se avizinha", disponibilizando até sexta-feira, para acolhimento, dois dos seus equipamentos do concelho, revelou a instituição.

"Os equipamentos existentes na Casa da Rua - D. Lopo d'Almeida, no Centro Hospitalar Conde de Ferreira [rua de Costa Cabral] e no Centro de Alojamento Social - D. Manuel Martins [rua da Bouça, 158] estão disponíveis para receberem quem necessitar deles, fornecendo também refeições quentes e higiene pessoal", revela a instituição, em comunicado.

A Misericórdia do Porto acrescenta que este apoio "a pessoas sem alojamento" vai manter-se ativo até sexta-feira.

Quanto à Câmara do Porto, revelou no domingo que avaliava hoje a possibilidade de acionar o plano de contingência para os sem-abrigo devido ao frio, mas desde manhã que a Lusa tenta, sem sucesso, obter novas informações sobre o assunto.

Numa resposta enviada à Lusa no domingo, o gabinete de comunicação da autarquia afirmava que "a Proteção Civil, os bombeiros e a Ação Social estarão em permanente avaliação das condições climatéricas e acionarão, logo que se justifique, o plano de contingência para os sem-abrigo".

"Pelas previsões atuais, o plano será acionado amanhã [segunda-feira]. No entanto, amanhã de manhã será feita nova avaliação", acrescentava a resposta.

A mesma informação divulgada no domingo esclarecia que, em caso de situações climatéricas adversas, como frio extremo, "o antigo Hospital Joaquim Urbano, atualmente a funcionar como centro de acolhimento, está preparado para receber os sem-abrigo, prestando cuidados primários de saúde e fornecendo comida e bebidas quentes".

A autarquia salientava ainda no domingo que este ano, "com a colaboração do Exército, a capacidade de acolhimento será reforçada com camas suplementares".

De acordo com a mesma resposta, a câmara indicava que também "as estações de metro do Bolhão e da Casa Música são abertas durante a noite para dar abrigo e minorar as condições adversas provocadas pelo frio".

"Na rua, durante a noite, as equipas de ação social irão distribuir cobertores e bebidas quentes", concluiu a Câmara do Porto.

Portugal continental terá, durante esta semana, temperaturas mais baixas, podendo chegar aos sete graus negativos, indicou o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), que coloca vários distritos sob aviso amarelo a partir desta noite.

O IPMA chama a atenção para temperaturas especialmente baixas entre terça e quinta-feira, com as mínimas a poderem chegar a sete graus negativos em locais do interior norte e centro.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)