Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
1

Moçambique/Eleições: Contrabando de madeira financiou campanha da Frelimo -- ONG

Lusa 10 de Outubro de 2014 às 15:53

O Centro de Integridade Pública (CIP) de Moçambique denunciou que a Frelimo, partido no poder, foi financiada com cerca de dez milhões de meticais (255 mil euros) provenientes de madeira de contrabando na província da Zambézia.

Num relatório divulgado na quinta-feira, a organização moçambicana, dedicada à boa governação e transparência, revela que o comité provincial da Frelimo na Zambézia, centro do país, recebeu ordens para reunir 10 milhões de meticais para a campanha nacional do partido com vista às eleições gerais de 15 de outubro.

"O esquema de angariação de fundos para financiar a campanha foi desenhado e implementado pela Direção Provincial de Agricultura da Zambézia (DPA)", diz o relatório, acrescentando que "a fórmula encontrada para obter o dinheiro foi a emissão de autorizações de corte e trânsito de madeira ilegal".

Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)