Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
3

Morreu um dos feridos do ataque a um comboio na Suíça

Vítima é uma mulher de 34 anos.
14 de Agosto de 2016 às 12:30
O ataque ocorreu perto da estação de Salez, na Suíça, junto à fronteira do Liechtenstein
O ataque ocorreu perto da estação de Salez, na Suíça, junto à fronteira do Liechtenstein
O ataque ocorreu perto da estação de Salez, na Suíça, junto à fronteira do Liechtenstein
O ataque ocorreu perto da estação de Salez, na Suíça, junto à fronteira do Liechtenstein
O ataque ocorreu perto da estação de Salez, na Suíça, junto à fronteira do Liechtenstein
O ataque ocorreu perto da estação de Salez, na Suíça, junto à fronteira do Liechtenstein
O ataque ocorreu perto da estação de Salez, na Suíça, junto à fronteira do Liechtenstein
O ataque ocorreu perto da estação de Salez, na Suíça, junto à fronteira do Liechtenstein
O ataque ocorreu perto da estação de Salez, na Suíça, junto à fronteira do Liechtenstein
O ataque ocorreu perto da estação de Salez, na Suíça, junto à fronteira do Liechtenstein
O ataque ocorreu perto da estação de Salez, na Suíça, junto à fronteira do Liechtenstein
O ataque ocorreu perto da estação de Salez, na Suíça, junto à fronteira do Liechtenstein
O ataque ocorreu perto da estação de Salez, na Suíça, junto à fronteira do Liechtenstein
O ataque ocorreu perto da estação de Salez, na Suíça, junto à fronteira do Liechtenstein
O ataque ocorreu perto da estação de Salez, na Suíça, junto à fronteira do Liechtenstein
O ataque ocorreu perto da estação de Salez, na Suíça, junto à fronteira do Liechtenstein
O ataque ocorreu perto da estação de Salez, na Suíça, junto à fronteira do Liechtenstein
O ataque ocorreu perto da estação de Salez, na Suíça, junto à fronteira do Liechtenstein
O ataque ocorreu perto da estação de Salez, na Suíça, junto à fronteira do Liechtenstein
O ataque ocorreu perto da estação de Salez, na Suíça, junto à fronteira do Liechtenstein
O ataque ocorreu perto da estação de Salez, na Suíça, junto à fronteira do Liechtenstein

Uma das seis pessoas feridas num ataque no sábado num comboio na Suíça, uma mulher de 34 anos, morreu hoje de manhã, informou a polícia do cantão oriental suíço de Saint Gallen.

Cerca das 14:20 locais (13:20 em Lisboa) de sábado, um cidadão suíço de 27 anos, usou líquido inflamável para desencadear um incêndio num comboio que circulava no leste da Suíça, antes de esfaquear alguns passageiros.

O ataque ocorreu perto da estação de Salez, num comboio que fazia a ligação entre Buchs e Sennwald, perto da fronteira com o Liechtenstein e a Áustria.

As vítimas, que além da mulher de 34 anos incluíam dois homens de 17 e 50 anos, duas mulheres de 17 e 43 anos e uma rapariga de seis anos, sofreram queimaduras e facadas.

Uma das mulheres e a criança ficaram gravemente feridas, disse a polícia.

O porta-voz da polícia Bruno Metzger disse à agência France Presse que o atacante, que sofreu queimaduras graves, permanece em estado crítico.

A polícia suíça já tinha afirmado hoje num comunicado não existir nenhuma indicação de que tenha havido uma motivação terrorista no ataque ao comboio.

Na altura do ataque, dezenas de pessoas estavam no comboio, que sofreu danos avaliados em mais de 100.000 francos suíços (92.000 euros).

Suíça Liechtenstein ataque comboio
Ver comentários