Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
2

Morreu ativista contra a guerra do Vietname

Daniel J. Berrigan ficou conhecido na década de 1960.
Lusa 1 de Maio de 2016 às 03:47
O jesuíta e poeta norte-americano Daniel J. Berrigan, conhecido ativista contra a guerra do Vietname
O jesuíta e poeta norte-americano Daniel J. Berrigan, conhecido ativista contra a guerra do Vietname FOTO: Getty Images

O jesuíta e poeta norte-americano Daniel J. Berrigan, conhecido ativista contra a guerra do Vietname, que por isso chegou a ser preso, morreu no sábado, em Nova Iorque, aos 94 anos, informou, o The New York Times.

A notícia da morte foi confirmada pelo reverendo James Martin, sacerdote jesuíta e editor da America, uma revista católica nacional publicada pelos jesuítas, segundo o jornal.

Berrigan, o seu irmão e também padre Philip e o monge trapista Thomas Merton fundaram uma coligação contra a guerra do Vietname (1955-1975).

Daniel J. Berrigan ficou conhecido na década de 1960 como um intelectual católico da "nova esquerda" que articulou uma visão de que o racismo e a pobreza, o militarismo e o capitalismo avarento estavam interligados e eram peças de um mesmo grande problema: uma sociedade injusta, assinala o New York Times.

Mais de 58 mil jovens norte-americanos morreram no conflito naquele país asiático, onde os Estados Unidos tinham destacado mais de 500 mil soldados.

O padre Berrigan destacou-se após viajar para Hanói, em 1968, para receber três militares norte-americanos que foram os primeiros prisioneiros de guerra libertados pelos vietnamitas desde o início dos bombardeamentos dos Estados Unidos. Nesse ano, a par com outros ativistas, foi condenado a três anos de prisão por queimar notificações de recrutamento para a guerra usando napalm caseiro.

Além disso, Berrigan participou em protestos contra a intervenção dos Estados Unidos na América Central e contra as guerras do Golfo, do Kosovo ou do Afeganistão, bem como contra a invasão do Iraque em 2003.

Como poeta, Berrigan, que também foi professor da Universidade de Fordham, foi galardoado com o prémio Lamont, em 1957, pela obra "Time Without Number", uma das cerca de 50 que escreveu.

Daniel J. Berrigan Vietname Nova Iorque política morte
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)