Movimento Patrimonial da Música Portuguesa estreia ópera e publica inéditos

Por Lusa|17.09.18
  • partilhe
  • 3
  • +

O Movimento Patrimonial da Música Portuguesa (MPMP) projeta, até ao final do ano, realizar 32 eventos, entre eles a estreia da ópera "Ninguém e Todo-o-Mundo", de Daniel Moreira, e a publicação de seis partituras inéditas.

O MPMP apresenta na terça-feira, ao final da tarde, na Biblioteca Nacional de Portugal, em Lisboa, a sua programação até dezembro, projetando já iniciativas que se vão efetivar em 2019, como o Prémio Musa, que distinguirá uma composição coral a partir da poesia de Sophia de Mello Breyner Andresen, com o objetivo de celebrar musicalmente o centenário da poetisa.

"Este prémio é atribuído em 2019, e o concurso está aberto a obras corais compostas com a poesia de Sophia, mas terá outras edições, futuramente, nomeadamente para obras instrumentais, também inspiradas na sua poesia", disse hoje à agência Lusa o presidente do MPMP, Edward Luiz Ayres d'Abreu.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!