Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
9

MPT acusa Marinho e Pinto de ser "um político ilegal"

Movimento promete ir até "às últimas instâncias".
Lusa 18 de Julho de 2015 às 14:07
O MPT lamentou que nenhuma instituição chamada a avaliar a perda de mandato de Marinho e Pinto assuma as responsabilidades
O MPT lamentou que nenhuma instituição chamada a avaliar a perda de mandato de Marinho e Pinto assuma as responsabilidades FOTO: António Cotrim/Lusa

O Movimento Partido da Terra (MPT) lamentou este sábado que nenhuma instituição chamada a avaliar a perda de mandato do eurodeputado Marinho e Pinto, na sequência de ter fundado outro partido, assuma as suas responsabilidades, prometendo ir até "às últimas instâncias".


"De tudo isto se pode concluir que Portugal tem um político ilegal e demasiados incompetentes", declara José Inácio Faria, presidente e eurodeputado do MPT, reagindo ao parecer da comissão parlamentar de Ética que considera que a Assembleia da República não tem competência para se pronunciar sobre a perda de mandato de António Marinho e Pinto.


Em comunicado, o MPT sublinha não se conformar com a "situação de desprezo pelo Estado de direito democrático", referindo que três das instituições nacionais solicitadas - Comissão Nacional de Eleições, Tribunal Constitucional e agora a Comissão de Ética da Assembleia da República - para se pronunciarem sobre aquele facto se tenham declarado incompetentes para o efeito.

MPT Marinho e Pinto
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)