Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
1

Nacionalistas apoiam museu em Santa Comba

A concentração nacionalista desta tarde, em Santa Comba Dão, já terminou, tendo alguns dos apoiantes do Movimento Nacionalista Terra, Identidade e Resistência (MNTIR) dirigido-se ao cemitério onde António Salazar se encontra enterrado, para homenagear antigo presidente do Conselho.
28 de Abril de 2007 às 16:18
A concentração teve início às 14h00, no Largo da Câmara Municipal, onde se reuniram cerca de 200 pessoas para “apoiar a decisão da autarquia em criar um museu do Estado Novo” na casa onde Salazar nasceu, no Vimeiro, a dois quilómetros de Santa Comba Dão, esclareceu o delegado para a região centro do movimento, Vítor Ramalho.
Entre os manifestantes presentes, encontravam-se cerca de 20 'skinheads' que empunhavam bandeiras de Portugal e a bandeira azul e branca da monarquia, exibindo cartazes com a mensagem “construam o museu”.
De acordo com a rádio TSF, quando a concentração terminou, cerca de 40 pessoas dirigiram-se ao cemitério onde Salazar está enterrado, de forma a homenagear o antigo presidente do Conselho, que comemoraria 109 anos hoje.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)