Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
7

Nicolás Maduro acusa Ocidente de ter "alimentado o monstro" do 'jihadismo'

Presidente venezuelano disse que o seu país concorda com a luta contra o terrorismo.
25 de Setembro de 2014 às 06:30
Nicolás Maduro, esta quarta-feira, durante a 69.ª Assembleia-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova Iorque
Nicolás Maduro, esta quarta-feira, durante a 69.ª Assembleia-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova Iorque FOTO: Lucas Jackson/Reuters

O Presidente da Venezuela acusou, na quarta-feira, as potências ocidentais de terem contribuído amplamente para o crescimento do 'jihadismo' no Próximo e Médio Oriente, um "monstro" que, defendeu, só será vencido se forem respeitados os povos da região.

Nicolás Maduro, que falava na 69.ª Assembleia-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova Iorque, disse que a Venezuela concordava com a luta contra o terrorismo, mas criticou severamente a estratégia aplicada pelos Estados Unidos para combater a organização Estado Islâmico (EI) no Iraque e na Síria.

"Só uma aliança que respeite a soberania destas nações, a participação dos seus governos, dos seus povos, das suas forças armadas, vencerá realmente o terrorismo islâmico e todas as forças terroristas que surgiram como um Frankenstein, como um monstro alimentado pelo próprio ocidente", disse o Presidente venezuelano.

Venezuela Médio Oriente Nicolás Maduro Presidente
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)