Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
7

Maria Luís acha "estranho" atraso na operação de troca de obrigações

Declarações dizem respeito ao processo de venda do Novo Banco à Lone Star.
Lusa 16 de Maio de 2017 às 17:48
Novo Banco
Novo Banco
Novo Banco
Novo Banco
Novo Banco
Novo Banco
Novo Banco
Novo Banco
Novo Banco
Novo Banco
Novo Banco
Novo Banco
Novo Banco
Novo Banco
Novo Banco

A ex-ministra das Finanças Maria Luís Albuquerque criticou esta terça-feira o atraso na operação de troca de obrigações que integra o processo de venda do Novo Banco à norte-americana Lone Star, considerando que devia ser uma "prioridade" para os envolvidos.

"Acho que esta operação, que implica o envolvimento voluntário de obrigacionistas num processo que vai gerar perdas, devia ter sido uma prioridade absoluta de quem está a vender o banco, que neste caso também envolve o Governo", afirmou a deputada do PSD.

"Estranho que ainda esteja atrasado e temo que seja sinal de algum tipo de problema que venha a não ser resolvido", lançou Maria Luís durante a sua audição na Comissão de Orçamento, Finanças e Modernização Administrativa (COFMA).

Maria Luís Albuquerque obrigações Lone Star
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)