Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
1

Novo Banco: ESFG exige receber o valor da venda da Tranquilidade

Espírito Santo Financial Group espera que a subsidiária Partran receba o produto da venda da seguradora
Lusa 18 de Setembro de 2014 às 17:54
Edifício da Tranquilidade na Avenida da Liberdade, em Lisboa
Edifício da Tranquilidade na Avenida da Liberdade, em Lisboa FOTO: DIREITOS RESERVADOS

O Espírito Santo Financial Group (ESFG) considera que o proprietário da seguradora Tranquilidade é a sua subsidiária Partran, ao contrário do que defende o Novo Banco, pelo que quer receber a verba que será paga pelo fundo de investimento Apollo.

"Em reação a várias comunicações relacionadas com a Companhia de Seguros Tranquilidade SA ("Tranquilidade"), o ESFG considera mais uma vez que a dona da Tranquilidade é a sua subsidiária Partran, apesar das alegações feitas pelo Novo Banco que o ESFG considera improcedente do ponto de vista legal", lê-se num comunicado disponível na Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Assim, "o ESFG espera que a sua subsidiária Partran receba o produto da venda [da Tranquilidade] que será pago pelo fundo de investimento Apollo Global Management ("Apollo")", informou a entidade.

Ver comentários