Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
7

Novo presidente da Áustria quer unir um país dividido

Alexander Van der Bellen compromete-se a "ser um presidente acima dos partidos".
Lusa 23 de Maio de 2016 às 22:35
Alexander Van der Bellen inicia funções a 8 de julho
Alexander Van der Bellen inicia funções a 8 de julho FOTO: Reuters

O novo chefe de Estado austríaco, Alexander Van der Bellen, que venceu por escassa diferença o seu adversário de extrema-direita, comprometeu-se hoje a "ser um presidente acima dos partidos" para representar o país "na sua diversidade".

"Serei naturalmente um presidente acima dos partidos, para todos", declarou Van der Bellen na sua primeira intervenção pública, em Viena, após o anúncio da sua vitória na segunda volta das presidenciais, ocorrida no domingo.

Adiantou querer "trabalhar para ganhar a confiança dos eleitores de (Norbert) Hofer (do FPÖ)", o seu adversário, que ultrapassou por apenas 0,6 pontos percentuais.

"Falou-se muito das linhas de fratura deste país, entre homens e mulheres, cidade e campo, ricos e pobres, podemos também considerar isto (o resultado eleitoral) como o facto de sermos as duas metades que constituem a Áustria e que nenhuma é mais importante que a outra", disse ainda o antigo dirigente dos Verdes, que se candidatou como independente.

"É preciso agora ocuparmo-nos da Áustria em toda a sua diversidade", concluiu num encontro com a imprensa.

O chanceler austríaco, o social-democrata Christian Kern, que assumiu funções há apenas uma semana, congratulou-se por ter no novo presidente "um parceiro para uma política pró-europeia e aberta ao mundo".

O novo chefe de Estado da Áustria inicia funções a 8 de julho.

Alexander Van der Bellen Áustria Christian Kern política partidos e movimentos
Ver comentários