Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
6

"O capitalismo que conhecíamos era xibalo, palmatória e humilhação" -- ex-PR Guebuza

Lusa 14 de Maio de 2015 às 07:10

O ex-Presidente moçambicano Armando Guebuza recorda que a opção ideológica pelo marxismo-leninismo, na independência do país, há 40 anos, surgiu por oposição ao colonialismo português, que era "fascista, capitalista e ocidental".

"O capitalismo que nós conhecíamos tinha trazido o xibalo [trabalhos forçados], a palmatória e toda a humilhação associada ao fascismo, por conseguinte não podíamos querer uma coisa parecida", afirma em entrevista à Lusa Armando Guebuza, observando que os dirigentes do seu partido agiram "com emoção mas também com uma certa racionalidade".

"O ocidente não veio em nosso socorro na altura, sobretudo na fase inicial, e mesmo depois, só com forças democráticas aqui e acolá, é que apareceu", considera o antigo combatente na luta de libertação nacional e que desempenhou vários cargos no Governo moçambicano e na Frelimo (Frente de Libertação de Moçambique) até ocupar a Presidência da República durante dez anos até janeiro de 2015.

Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)