Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
3

Obama condena "morte brutal" de refém britânico

Lusa 3 de Outubro de 2014 às 23:43

O presidente norte-americano, Barack Obama, condenou hoje o assassínio "brutal" do refém britânico Alan Henning pelo grupo Estado Islâmico e disse que os Estados Unidos vão levar os responsáveis à justiça.

"Apoiados por uma vasta coligação de aliados e parceiros, vamos continuar com ações decisivas para enfraquecer e finalmente destruir o Estado Islâmico", afirmou, num comunicado, referindo-se ao grupo 'jihadista' EI, que hoje anunciou a decapitação de um trabalhador humanitário.

Alan Henning, de 47 anos, apelidado de 'Gadget', integrava um comboio de ajuda humanitária Aid4Syria, para o qual se tinha voluntariado como condutor, quando foi raptado a 26 de dezembro, pouco depois de ter cruzado a fronteira entre a Turquia e a Síria.

Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)