Óbito/Ferreira-Rosa: Presidente da República destaca voz decisiva do fado tradicional e intemporal

Por Lusa|24.09.17
  • partilhe
  • 1
  • +

O Presidente da República enviou as condolências à família do fadista João Ferreira-Rosa, que morreu hoje aos 80 anos, no hospital Beatriz Ângelo, em Loures, considerando-o uma voz decisiva do fado tradicional e intemporal.

"Fadista conhecido pelas suas convicções fortes, pela fidelidade ao fado tradicional e pela pouca apetência por gravar discos (preferia as atuações ao vivo), deixou-nos fados líricos, magoados, nostálgicos, sendo o "Fado do Embuçado" a canção que mais o celebrizou", refere uma nota publicada esta noite na página da Presidência da República.

"Dono, durante muitos anos, de uma casa de espetáculos, 'A Taverna do Embuçado', vivia o fado como tertúlia, comunhão e autenticidade. Em 2012, a Câmara Municipal de Lisboa atribuiu-lhe a Medalha do Mérito Cultural. Numa época de reinvenção e globalização do fado, deixo a minha homenagem a uma voz decisiva do fado tradicional e intemporal", acrescenta Marcelo Rebelo de Sousa.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!