Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
3

OE2017: Associação das bebidas não alcoólicas diz que novo imposto é discriminatório

Lusa 14 de Outubro de 2016 às 21:24

A Associação Portuguesa das Bebidas Refrescantes Não Alcoólicas (PROBEB) classificou hoje de "discriminatório" o novo imposto aplicado às bebidas sem álcool adicionadas de açúcar ou de outros edulcorantes, previsto na proposta de lei do Orçamento do Estado para 2017.

"A PROBEB discorda do novo imposto sobre os refrigerantes proposto no Orçamento do Estado para 2017", pois "consideramos que não tem objetivos de saúde pública, é discriminatório e terá impactos económicos negativos no setor", afirmou a associação, em comunicado.

"A PROBEB apoia o objetivo das autoridades de saúde pública de redução do açúcar na dieta dos portugueses", acrescentou.

Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)