Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
8

Sobretaxa de IRS para o 2.º escalão termina em dezembro

Contribuintes do 4.º escalão pagam sobretaxa de IRS até novembro de 2017.
Lusa 18 de Novembro de 2016 às 20:34
O deputado do PS, João Paulo Correia
O deputado do PS, João Paulo Correia FOTO: Raquel Wise/Sábado

O PS vai propor que os contribuintes do segundo escalão de IRS deixem de pagar a sobretaxa de IRS já em dezembro próximo, tendo como contrapartida que os do quarto escalão pagam-na até novembro de 2017.

O adiamento de setembro para novembro do fim do pagamento da sobretaxa de IRS pelos contribuintes do quarto escalão (entre os 40 mil e os 80 mil euros anuais de rendimento) foi anunciado pelo vice-presidente da bancada socialista João Paulo Correia.

"A nossa proposta permite que 50 por cento dos contribuintes deixem, de pagar a sobretaxa de IRS já em dezembro deste ano", declarou por sua vez o presidente do PS, Carlos César.

Já João Paulo Correia disse que, compensando a antecipação do fim da sobretaxa do segundo escalão, a eliminação da sobretaxa de IRS do quarto escalão far-se-á em simultâneo com o do quinto escalão, o de rendimentos mais elevado.

Na conferência de imprensa, João Paulo Correia referiu-se também a alterações que o PS irá apresentar na especialidade sobre o adicional de Imposto Mobiliário sobre Imóveis (IMI) - mudanças que já tinham sido admitidas pelo Governo.

"O adicional de IMI vai excluir todos os imóveis que estejam afetos à atividade económica, aplicando-se em compensação uma taxa de 0,7 para imóveis que se encontrem entre os 600 e um milhão de euros", salientou o "vice" do Grupo Parlamentar socialista.

João Paulo Correia adiantou depois que em imóveis de um milhão de euros aplica-se uma taxa de um por cento.

"Os imóveis afetos a 'off-shores' terão uma taxa especial de 7,5 por cento sobre o valor que exceda os 600 mil euros de valor patrimonial", acrescentou.

PS Carlos César política economia negócios e finanças orçamento do estado e impostos
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)