Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
5

Oficial de Justiça entra na Pereira da Costa

Uma oficial de Justiça, escoltada pela Polícia de Segurança Pública (PSP), entrou esta quarta-feira nas instalações da empresa de construção Pereira da Costa, na Venda Nova, Amadora, onde ontem ocorreram alguns desacatos com os trabalhadores, tendo sido detido um dirigente sindical.
14 de Março de 2007 às 14:09
Ao final da tarde de terça-feira, a mesma responsável foi cercada pelos trabalhadores quando se preparava para dar uma entrevista a um canal de televisão, na sequência da sua deslocação à empresa para fazer um inventário e deixar sair alguns bens. Recorde-se que a construtora faliu em Agosto de 2005 num processo que começou dois anos antes, e foi adquirida por Luís Moreira.
Os ânimos exaltados dos funcionários, que não recebem salários há seis meses e estão impedidos de entrar na construtora, levaram à intervenção das forças policiais para proteger a oficial, que hoje regressou à empresa para continuar o trabalho, mas foi recebida pacificamente.
A CGTP escreveu de imediato uma carta ao ministro da Administração Interna a protestar contra a “repressão policial à bastonada”, que o Comando Metropolitano da PSP negou ter existido.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)